User Experience

Você sabe a diferença entre User Experience e User Interface?

No ambiente criativo e técnico de hoje, os termos UI (User Interface) e UX (User Experience) estão sendo usados mais do que nunca. A questão é que muita gente confunde as duas especialidades. Você sabe qual é a diferença de UX e UI?

Usar esses termos de forma imprecisa e muitas vezes em situações completamente inadequadas é um problema constante para um número crescente de profissionais, incluindo os designers, os candidatos a empregos e até os especialistas em desenvolvimento de produtos. Entender a separação adequada do uso dos termos é essencial para profissionais desse meio.

UI e UX: quem é quem

O equívoco mais comum que você vai ouvir no local de trabalho, em reuniões com clientes e muitas vezes em anúncios de emprego ou exigências de trabalho é a combinação acidental ou a inversão equivocado dos dois termos. Em muitos casos, a expectativa incorreta é acreditar que um designer de interface seja responsável pela experiência do usuário, porém a interface do usuário é apenas um dos componentes da experiência.

A confusão pode ser simplesmente porque ambas as abreviaturas começam com a letra “U”. Mas provavelmente a confusão se dá também pelos conjuntos de habilidades envolvidas em ambas as disciplinas. Elas são certamente áreas afins, e de fato, muitos designers são experientes nas duas. Entenda:

UX é uma meta, UI é uma ferramenta

Os dois campos são substancialmente diferentes em natureza e, o mais importante, em seus objetivos gerais e escopo. A interface do usuário é focada nos elementos reais que interagem com quem acessa o seu site – basicamente, os métodos físicos e técnicos de entrada e saída.

banner1-postblog-7

UI refere-se à agregação de abordagens e elementos que permitem ao utilizador interagir com um produto. Isto não contempla detalhes de como o utilizador reage ao produto.

Não se deixe enganar! A experiência do usuário é muito mais do que apenas o resultado final da interface do usuário. Considere a experiência do usuário como o núcleo de uma marca.

Uma marca é, em essencial, a soma das experiências que uma pessoa tem com uma empresa ou organização. A experiência do usuário é a meta. Não apenas o objetivo de uma interface, mas de um produto ou da interação do usuário com a organização. Quando a boa experiência do usuário for atingida, significa que chegamos a todos os efeitos desejáveis ou positivos que se poderia pensar em fluxos a partir dele. UX está centrada no sucesso deste conjunto.

Já a interface de usuário é uma das ferramentas mais poderosas a nossa disposição na busca da grande experiência do usuário. Por quê? Simplesmente, a interface é o método mais tátil e visível com o qual os usuários interagem com a marca. UI é a linha de frente. Esta é possivelmente a melhor explicação de por que os dois termos são muitas vezes usados como sinônimos ou combinados.

Na prática

Imagine a construção de um website. O designer de experiência do usuário (UX) é o profissional responsável por entender o público-alvo e, juntamente com os arquitetos de informação, estabelecer a melhor experiência de navegação e utilização dos recursos. Já o designer de interface do usuário, trabalhará em conjunto com os programadores de front-end e web designers, pensando, por exemplo, nos formatos dos botões que serão clicados, na disposição dos textos – tudo para garantir que a experiência planejada seja viável e positiva.

Benefícios de UI e UX para os projetos

Ao lançar um site, por exemplo, sem considerar a experiência e a interface do usuário, a tendência é que comecem surgir erros no meio do caminho ou que os internautas desistam de acessar páginas por terem dificuldades de navegabilidade. Assim, a contratação de profissionais especializados em UX e UI são fundamentais. A começar pelo fato de se considerar o usuário no centro do projeto. Ao garantir a melhor experiência, um produto ou serviço melhora seu desempenho e credibilidade, evitando dificuldades de utilização, tornando-se mais agradável e, consequentemente, atendendo melhor as necessidades do público-alvo.

O desenvolvimento, ou mesmo a adaptação de um produto ou serviço já existente, requer estudos e ações que envolvam os usuários. Afinal, são eles que precisam ter suas necessidades e desejos atendidos, são eles que a marca precisa surpreender sempre para se manter competitiva. Neste sentido, compreender a diferença entre UI e UX é um ativo intelectual com ramificações surpreendentes para as empresas que querem colocar os usuários no centro de seus projetos.

Contratar os profissionais certos para o trabalho requer um mínimo de conhecimento adequado das terminologias UI e UX. Assim, facilita a comunicação, o que também melhora a resolução de problemas. Da concepção das ideias até o fechamento do projeto, a experiência do usuário e a forma com que ele deve interagir com o produto ou serviço devem ser consideradas e trabalhadas.

banner2-postblog-7

Deixe uma resposta

Seu email não será divulgado.Os campos obrigatórios estão marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current day month ye@r *

FIQUE ATUALIZADO

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Respeitamos sua privacidade.
Nunca enviamos spam!