Criação, Design

Um dia na vida de um web designer

Webdesigners devem ser apaixonados pelo que fazem, pois não é fácil se manter na profissão. Criar um site para um cliente demanda tempo, esforço e dedicação para conhecê-lo, analisá-lo, entender o que necessita, além de saber como funcionam e para que servem algumas ferramentas e programas. Saber usar o Dreamweaver ou qualquer outro aplicativo para programar é somente um detalhe. O site tem que vender.

Se for um web designer, então o seu trabalho é somente criar o layout de um site. Se for um web developer, será responsável de criar os códigos para garantir o bom funcionamento do layout desenvolvido. Agora, se você é webmaster, então, sua responsabilidade é fazer as duas coisas — uma forma mais independente de trabalhar que demanda mais obrigações.

É preciso entender de marketing, saber criar um conceito atrativo, ter uma boa ideia, facilitar o funcionamento da página, ver se é necessário que ela funcione da mesma maneira em celular ou se é melhor criar um programa, aplicar algumas regras, garantir o SEO, entre outras tarefas. Conheça algumas a seguir.

Relacionamento do webdesigner com clientes

Reuniões com clientes fazem parte do cotidiano do web designer. Explicar pontos importantes, compreender a intenção do contratador, conversar sobre público-alvo e acertar valores, principalmente se for freelance, são tópicos importantes da conversa.

Manter um portfólio interessante e variado auxilia o web designer a vender seu produto. É vital que o profissional possua um arquivo, preferencialmente online, que seja organizado e demonstre a capacidade e o talento. Isso demanda algumas horas na semana do web designer.

Ficar atento a novidades

Buscar referências, saber quais são as principais tendências, ser criativo e deixar a imaginação voar, abrir sua cabeça para novas ideias… Tudo isso é tarefa diária de um web designer. Por isso é importante estar atento a todas as mudanças que acontecem no mundo virtual.

Cada vez mais as pessoas usam os celulares para acessar a internet, por isso é bom começar o layout do site utilizando a técnica de mobile first. Depois, é preciso pensar em como será o acesso em tablets e computadores.

Estudar e praticar

Para programar é preciso muita dedicação, concentração, foco e paciência. Saber usar o Photoshop não deve ser a única alternativa. Entender alguns conceitos, tipografias, ter noção de combinação de cores e, é claro, entender de marketing e publicidade. Afinal de contas, o site existe para vender alguma coisa, seja um serviço ou um produto.

Colocar a mão na massa

Após pesquisar tendências, falar com clientes, checar o e-mail e projetar, chega a hora de tirar as ideias da cabeça e colocá-las em prática. Um web designer pode passar horas, dias, semanas e até meses focado em um projeto. Os que demandam mais tempo são os que geram mais lucro.

Se for freelance, o horário quem faz é o próprio web designer. Algumas pessoas preferem trabalhar na madrugada, outras não trocam o dia pela noite. A tendência é que aumente significativamente o número de profissionais que optam por esse método de trabalho, tendo em vista a comodidade e a economia de tempo geradas.

Curtiu o cotidiano do web designer? Trabalha na área e acha que esquecemos alguma tarefa importante? Conte para a gente nos comentários! Vamos Avanti?

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Seu email não será divulgado.Os campos obrigatórios estão marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current day month ye@r *

FIQUE ATUALIZADO

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Respeitamos sua privacidade.
Nunca enviamos spam!