Social Media

Conheça a Ello, a rede social que quer rivalizar com o Facebook

Você já ouviu falar na Ello? A nova rede social pretende rivalizar com o Facebook ao criar um ambiente sem propagandas e que preza pela privacidade de seus usuários. Até agora, a rede é bastante exclusiva e só pode ser acessada por meio de convite. Em outubro de 2014, a rede social recebeu investimento de US$ 5,5 milhões, confirmando que investidores e empresários compraram a sua ideia. O número de usuários que fazem parte da rede é guardado sob sigilo pela empresa, mas ela divulgou que cerca de 45 mil pessoas solicitam convite para acessar a rede social a cada hora. A empresa também divulgou ter apenas 14 funcionários em sua filial nos Estados Unidos.

Conheça mais sobre a rede social que promete revolucionar a internet e entenda como funciona sua política de privacidade e anti-propaganda programadas para rivalizar com o Facebook.

O que é a Ello e como funciona?

A Ello é conhecida como uma rede social anti-Facebook, perfeita para todos aqueles que não curtem a mais famosa das redes sociais e não concordam com suas políticas de privacidade. Por ter posições tão firmes, o convite para fazer parte da rede social se tornou muito cobiçado. Há, inclusive, quem venda o convite no eBay pelo incrível preço de 500 dólares.

Para conquistar os usuários e nutrir o desejo de fazer parte do grupo seleto de sua rede, a Ello apostou em mensagens simples, que traduziam perfeitamente todas as frustrações comuns entre usuários do Facebook. Entre as frases publicitárias mais comuns, a Ello garante não vender informações sobre seus usuários a terceiros ou vender publicidade que polui a timeline dos usuários.

Parte da atenção que a Ello ganhou também veio após o Facebook começar a deletar perfis de drag queens, por usarem seus nomes de “persona” e não seus “nomes reais”. Ao contrário da rede de Mark Zuckerberg, a Ello permite que o usuário use o nome que preferir, o que atraiu de cara o público LGBT. Paul Budnitz, co-fundador da rede social, também garante que o site não terá problemas com artistas que queiram divulgar conteúdo explícito e pornográfico, algo que hoje é estritamente proibido no Facebook.

Quando a Ello foi criada, a ideia era que fosse uma rede para apenas 90 amigos de Budnitz, que tinha uma loja de bicicletas em Vermont, Estados Unidos. Só muito depois a rede foi aberta para um público maior. E apesar de toda a rivalidade criada contra o Facebook, seu co-fundador afirma que não considera a rede social competidora com a sua, pois a primeira é uma plataforma e a deles, uma verdadeira rede.

E como um serviço gratuito conseguiria ficar de pé, sem ter as fontes de lucro que o Facebook consegue por publicidade, por exemplo? O seu criador afirma que a rede social permanecerá livre de propagandas porque fará cobranças para algumas de suas funções. A rede social aceitou um financiamento de US$ 435 mil da FreshTracks Capital, que fará papel de investidor anjo. Esse financiamento de capital de risco fez com que alguns de seus colaboradores abandonassem a empresa. Há quem afirme que, ao aceitar essa quantia, a Ello já abriu precedente para receber pressão das empresas investidoras.

Perspectivas para o futuro

Até agora, a exclusividade da rede social faz com que muitas pessoas desejem fazer parte dela e torcer para conseguir um convite. Ao mesmo tempo, muitos analistas veem com ceticismo o sucesso do futuro da rede. O principal motivo é que se outras redes sociais totalmente gratuitas não conseguem ultrapassar o Facebook, como uma rede que cobra por algumas de suas funções conseguirá?

A rede, criada por um pequeno grupo de designers e artistas, por sua vez, pode saber explorar bem o seu potencial de ser uma alternativa clean, bonita e a poluição visual para seduzir todos aqueles que já acham que o Facebook está cansando.

E você, acha que a Ello vai se popularizar de vez entre os usuários? Você já conseguiu um convite e se cadastrou na rede social? O que achou dela? Compartilhe suas experiências nos comentários!

Vamos Avanti?

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Seu email não será divulgado.Os campos obrigatórios estão marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current day month ye@r *

FIQUE ATUALIZADO

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Respeitamos sua privacidade.
Nunca enviamos spam!