Avanti

Como aplicar storytelling nas campanhas digitais

Você sabe o que faz uma história ser considerada boa ou ruim? Você sabe o que faz com que as pessoas gravem uma história na memória? E mais, você tem ideia de quais histórias o seu público quer ouvir e como criar uma afinidade com eles através do storytelling, ou seja, a “contação” de histórias? No post de hoje iremos ensiná-lo como aplicar storytelling nas campanhas digitais. Vamos lá?

O que é storytelling?

Como o próprio nome já diz, na tradução literal, storytelling quer dizer contar uma história. No Marketing, quer dizer dialogar com o seu público utilizando a história da empresa, do produto e “brincando” com elementos da “contação” de histórias para dialogar com a necessidade e expectativa do cliente.

Para utilizar esse conceito, primeiro você deve entender o seu público-alvo. Ouvir o que ele tem a dizer e descobrir quais são suas necessidades, expectativas, o seu perfil e hábitos de consumo. Em seguida, você precisa compreender sua empresa como um todo, descobrir qual o trajeto, o posicionamento de mercado e as histórias por trás dos produtos, dos profissionais, da empresa, em geral.

Então, quando você dominar essas questões, é hora de explorar tudo isso através de histórias, com campanhas digitais que encantem os clientes, provoquem engajamento e torne-os fiéis à marca!

A importância do Storytelling

O storytelling torna seus clientes e potenciais clientes ativos. Ou seja, eles engajam com sua história e interagem com a marca, que é o que sua empresa busca com as campanhas digitais. Isso é cientificamente comprovado através do nosso cérebro. Quer um exemplo? Quando lemos uma história para alguém em que o personagem levanta um livro, por exemplo, nosso cérebro imita o movimento e traz a sensação – para o ouvinte – de que ele realmente está fazendo aquela ação.

Sendo assim, ao utilizar storytelling nas campanhas digitais, você está criando um vínculo emocional mais forte com seu público-alvo, otimizando o potencial da lembrança através de um conteúdo criativo e interativo.

Como aplicar storytelling nas campanhas digitais

Agora, chegou o momento que você estava esperando: a aplicação!

  1. A jornada do herói. Lembra dos livros que você adorava quando criança ou até mesmo agora? Todos têm o herói, batalhas e conquistas. E isso é storytelling. Você precisa fazer com que o seu público se identifique com o seu texto, viva as experiências e queira compartilhar e fazer parte da história. Para isso, resgate o conceito da jornada do herói, em que temos missões, visão e valores.
  2. Personalização. Como sempre, tudo no marketing precisa ser personalizado. Por isso, crie histórias diferentes para públicos diferentes. Afinal, ninguém é igual a ninguém, não é mesmo? Por isso, diversifique sua história através do conceito de Transmídia Storytelling, ou seja, utilize características únicas para cada canal de distribuição de conteúdo a fim de se tornar mais próximo do seu público.
  3. Conheça seu público. Se você conhece para quem está vendendo ou querendo vender, consegue aproveitar as experiências e insights fornecidos por eles e assim criar um história em conjunto. Afinal, um cliente satisfeito quer participar, contar sua experiência com o produto, sua história, até mesmo conceder uma entrevista!
  4. Personalidade. Não adianta ser igual a todo mundo, pois sua marca não é igual as outras. Tenha um discurso criativo, autêntico e com personalidade. Desperte emoções e sentimentos, crie uma conexão com o seu público, faça com que ele se coloque no lugar do herói e promova experiências únicas com um conteúdo original, descontraído e que tenha o cliente como o protagonista.

Em linhas gerais, o conceito de storytelling serve para mostrar a missão, os valores e os princípios de sua empresa de maneira inteligente e que fique na lembrança do público-alvo. Quer trabalhar com storytelling e alavancar suas campanhas digitais? Entre em contato conosco!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Seu email não será divulgado.Os campos obrigatórios estão marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current day month ye@r *

FIQUE ATUALIZADO

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Respeitamos sua privacidade.
Nunca enviamos spam!