E-commerce

5 sinais de que você não deve começar um e-commerce

É cada vez maior o número de pessoas que iniciam suas carreiras no empreendedorismo por meio de lojas virtuais. Igualmente, muitos negócios já estabelecidos veem no mercado de e-commerces uma oportunidade para expandir suas ações em território nacional ou mesmo internacional. As possibilidades do comércio eletrônico atraem mesmo quem possui pouco ou nenhum conhecimento em desenvolvimento e negócios na web.

O objetivo, claro, não é desanimar futuros proprietários de e-commerces. Ao contrário! Os pontos que iremos citar são importantes para que você tenha em mente os principais riscos que podem levar uma loja virtual ao fracasso – para que, com esses conhecimentos, a sua seja um sucesso!

Portanto, antes de investir tempo e dinheiro em uma loja virtual, que tal conferir as dicas que separamos e que podem ajudar nessa decisão?

1. Você precisa de resultados rápidos

sh(1)Se você precisa ganhar dinheiro rapidamente, começar um negócio de comércio eletrônico não é uma boa ideia. A construção de uma loja on-line é um processo complexo que leva meses para pesquisa e lançamento e pode levar anos para alcançar renda significativa e sustentável. Como todas as empresas, lojas de comércio eletrônico demandam tempo para crescer. Além disso, você terá que tomar decisões de longo prazo, pensando no melhor interesse da empresa – o que geralmente se opõe às necessidades financeiras de curto prazo. Se você estiver usando cada centavo dos rendimentos para pagar as contas, você não poderá se dar ao luxo de investir em seu negócio.

2. Você não sabe quem vai comprar

Este é um dos principais pontos a serem trabalhados antes de qualquer tomada de decisão. O nicho representa basicamente o setor no qual deverá dedicar sua atenção. Seja no setor de moda, carros, eletrônicos ou qualquer outro, entender bem a persona do cliente e o nicho de consumo em que ele se insere pode aumentar as chances de sucesso do negócio.

Mais do que descuidar da definição de nichos, um descuido comum é mirar em um público muito amplo desde o início ou misturar nichos com focos diferentes dos produtos oferecidos ou do perfil da empresa.

3. Você já se comprometeu – e precisa começar logo

Atropelar a fase de planejamento e validação de hipóteses de negócio pode significar vida curta ao empreendimento digital. No comércio online, os empreendedores e mesmo os investidores tendem a subvalorizar essa etapa em função da necessidade de uma ação rápida para entrar logo no mercado – que muitas vezes se mostra super promissor à primeira análise. Mas um pequeno desvio de cálculo de margem motivado pela pressa pode, por exemplo, significar que a empresa terá prejuízo nas operações iniciais. Além de definir o público, fazer o plano de marketing, os produtos e fornecedores certos, os distribuidores, a tecnologia e a plataforma ideais e outros, é preciso estar preparado para imprevistos. Educar-se continuamente sobre o mercado, pesquisar e tomar decisões rápidas farão parte do seu dia a dia uma vez que o negócio inicie. Se você não puder se dar ao luxo de algo sair do planejado ou se todas as fichas estiverem depositadas na loja virtual, é sinal de cuidado – melhor repensar antes de seguir adiante.

img8

4. Você não lida bem com cenários incertos

Para qualquer tipo de desejo que se tenha na vida, é preciso arriscar mesmo quando há incertezas e receios de errar. E no comércio virtual este princípio também prevalece. Toda história de sucesso de grandes empresas mostra um conjunto de fatores, que envolvem muito investimento (de dinheiro e/ou tempo) e períodos em que os planos saíram do trilho, ao menos por um curto espaço de tempo. Bill Gates conta em suas palestras que precisou sair de Harvard para ter uma chance de iniciar a Microsoft – algo que, na época, soou como uma grande incerteza ou mesmo um gigante passo para trás.

Acontece que avançando muitas vezes inclui um esforço de impulso, que demanda aquele passo doloroso e que antecede o progresso real. Quem deseja sucesso com uma loja virtual precisará dedicar suas energias e dominar inseguranças. Afinal, não existe negócio 100% seguro e completamente destinado ao sucesso.

 5. Você não é craque em tecnologia e não tem ajuda nessa área

Iniciar um negócio on-line hoje é muito mais fácil que há algumas décadas. Ainda assim, o conhecimento em tecnologia vai além de criar uma loja virtual em plataforma de soluções pré-prontas. Sem a experiência em programação, com pouco conhecimento técnico e sem ajuda especializada, é possível que sua motivação pereça. Um e-commerce viável precisa de alguém à frente com algum conhecimento em web ou a assessoria adequada para os momentos mais diversos: desde a atualização do estoque, até a criação de contas de email, criação de campanhas de marketing, envio de newsletters, captura de contatos de potenciais clientes e acompanhamento do mailing, entre outros. Por mais simples que sejam as ferramentas atuais, elas ainda exigem um nível básico de conhecimento para usar recursos que que envolvam construir, comercializar ou operar a loja.

Agora que você já sabe os riscos a evitar, que tal avaliar seu e-commerce com nossa ferramenta exclusiva? Então, vamos Avanti?

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Seu email não será divulgado.Os campos obrigatórios estão marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current day month ye@r *

FIQUE ATUALIZADO

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Respeitamos sua privacidade.
Nunca enviamos spam!