Avanti

7 erros críticos cometidos por sites de lojas virtuais

Todo mundo que começa um negócio espera fazer a coisa certa, claro. A maioria procura se inteirar sobre as melhores oportunidades, os melhores mecanismos de divulgação e a melhor forma de conquistar clientes, mas a verdade é que, mais comumente do que se pensa, muita gente acaba mesmo é cometendo erros críticos nos sites de lojas virtuais. De boas intenções o mundo está cheio, mas não se consegue sobreviver muito tempo em um meio tão competitivo quanto a internet apenas com boas intenções. É preciso ter estratégias de SEO voltadas para e-commerce, análises periódicas para acompanhar as mudanças desse ambiente que está em constante transformação e uma boa dose de experiência no mercado para produzir conteúdos relevantes e originais para que sua loja virtual figure os primeiros resultados da busca orgânica do Google.

Sem as estratégias de SEO voltadas especialmente para o e-commerce uma loja não consegue aparecer. Claro que se você está abrindo ou já tem uma loja virtual já deve ter ouvido falar em SEO (Search Engine Optimization), mas a verdade é que essa ferramenta acaba apresentando diferenças bastante significativas quando voltada para um site de loja virtual do que quando é feita para um blog, por exemplo. E aí está o maior erro de todos: achar que loja virtual não precisa de SEO ou que ele é o mesmo usado naquele seu blog. Confira então os 7 erros críticos cometidos por sites de lojas virtuais e aumente as chances de sucesso do seu empreendimento.

7 erros críticos cometidos por sites de lojas virtuais

1 – Conteúdo duplicado

Sim, essa história de conteúdo relevante e original também existe para sites de lojas virtuais e deve ser aplicada na descrição do produto. Muita gente acha que descrever uma blusa azul é a mesma coisa para qualquer blusa azul e simplesmente copia da embalagem ou escreve de qualquer maneira. Porém, pensar assim é o grande erro, porque quando osbuscadores identificam a cópia por comparação a outros textos (conteúdo duplicado) passam a não considerá-los relevantes e sua aparição nas buscas é diminuída. Pronto, você sumiu. São as descrições criadas especialmente para cada item da sua loja que vão acionar os motores de busca e fazer seu e-commerce aparecer nas pesquisas.

2 – Não dar atenção às keywords

Keywordspalavras-chavesão fundamentais para colocar seu site nos primeiros resultados, aqueles que aparecem logo no topo da página cada vez que alguém faz uma busca – e por isso são os mais acessados. É preciso identificar quais são as keywords ou expressões mais procuradas pelo seu público e inseri-las de forma inteligente e coerente em textos no site.

3 – Erros de português

Chega a ser uma vergonha, mas acontecem – e são um terror para quem quer que seu negócio seja levado a sério. Erros de digitação, de português e conteúdo superficial banalizam a sua página, dão um ar de amadorismo e tiram a credibilidade dela. Além disso, você também não será encontrado pelos buscadores porque eles buscam os termos indexados escritos corretamente.

4 – Não permitir comentários sobre os produtos

Quem tem medo de comentários negativos e por isso não permite a opinião dos clientes está cometendo em um grande erro. Quando os clientes emitem a sua opinião eles estão, na verdade, criando conteúdo único para o seu site, “trabalhando” a favor dos buscadores. Além disso, os comentários negativos também são positivos. O paradoxo explica-se facilmente: enquanto as avaliações negativas mostram que o seu produto é real e indicam o que esperar dele, itens que só têm comentários positivos geram desconfiança. Além disso, a sua página é atualizada a cada comentário, o que também é ponto a favor para os buscadores. Filtre apenas o que for desrespeitoso ou ofensivo.

5 – Uso de URLs que não são amigáveis

A URL deve ser facilmente entendida por humanos, não apenas pelos sistemas. Por exemplo, URLs que contêm uma sequência fabulosa de consoantes e números e não dão a menor indicação do que se tratam não só não mostram a que vieram para os consumidores como são menos importantes para os mecanismos de busca – para o Google, por exemplo, mais valem as URLs que têm as mesmas palavras digitadas na busca.

6 – Escolha da plataforma errada

A plataforma deve ser escolhida de acordo com as suas funcionalidades, já que algumas restrições podem fazer você acabar fazer você perder clientes e dinheiro, é claro. Para escolher a plataforma certa, pense primeiro na sua loja, o que ela vai oferecer, as necessidades do seu negócio, as formas de pagamento, seus pontos fortes e fracos e o que você vai precisar como diferencial para colocar a concorrência no chinelo. Como cada tipo de negócio tem suas particularidades, além das funcionalidades pense também na possibilidade que a plataforma oferece de URL amigável (como falamos acima), SEO, customização de títulos e de design, formato de venda etc.

7 – Não segmentar por categorias os seus produtos

Imagine-se entrando em uma loja pela primeira vez e não conseguindo encontrar nada. Em muito pouco tempo começa a bater uma certa irritação que o leva logo para fora da loja, não é verdade? O mesmo ocorre na loja virtual. Para evitar esse desconforto nos seus clientes, divida todos os itens por categorias. O visual vai ficar muito mais leve e atrativo e você ainda vai ganhar mais pontos em SEO, escolhendo as categorias de acordo com as palavras mais buscadas. Simples e eficiente.

Pronto para mudar a vida da sua loja virtual? Então corra para consertar os erros já cometidos e procure quem sabe trabalhar bem essas técnicas. Assim sua loja virtual estará onde merece: nos primeiros resultados do Google.

Posts Relacionados

Comentários estão fechados.

FIQUE ATUALIZADO

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Respeitamos sua privacidade.
Nunca enviamos spam!